sábado, 27 de outubro de 2007

UM REI NA PRESIDÊNCIA OU UM PRESIDENTE NO TRONO

 
Se o acaso vos deixasse,
Em vez do barrete frígio,
Colocáveis uma coroa
Naquele endeusado busto,
Onde se lêem inteiros
Os ideais da República.
 
Não hesiteis: ide em frente!
Que para isso, certamente,
Se há-de juntar, pressurosa,
A camarilha elegante
De históricos jacobinos.
 
 
E, assim, eles e vós,
Unidos de braço dado,
Cuidareis da melhor forma
De finalmente gozar
O momento tão esperado
De pôr termo e remate
À tarefa começada,
Na praça de Évora-Monte.
 
 
E quando tudo desabar
E Portugal se estorcer,
Nas vascas da agonia,
Eis então realizada
A ânsia dementada
Do furor revolucionário.
 
 
A vós restará, por fim,
O conforto de gritar:
A Pátria para que interessa
Se o Rei lá está em Belém?
 
 
 
Joaquim Maria Cymbron